Restaurantes devem colocar advertência contra Sal

O Projeto de Lei 3.893 de 2012 obriga bares, lanchonetes e restaurantes a colocar nos saleiros mensagem alertando para o risco do consumo excessivo de sal. A proposta obriga também os fabricantes de sal a estampar a advertência contra sal na mesma mensagem nas embalagens do produto.

A ingestão de sódio acima da quantidade diária recomendada está relacionada, por exemplo, ao aumento do risco do aparecimento de determinados tipos de câncer. Como o de estômago; ao aumento do risco de hipertensão arterial e, como consequência, risco muito elevado de contrair doenças cardiovasculares e acidente vascular cerebral (AVC). Uma pesquisa feita pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP) revelou que, no Brasil, são ingeridos 4,5 gramas de sódio por dia. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda somente 2 gramas por dia.

O uso excessivo do sal normalmente está relacionado com os alimentos industrializados, em que é usado para conservar os produtos. O sal também é consumido principalmente na comida caseira, como forma de tempero. É preciso buscar a redução do hábito brasileiro de adicionar sal aos alimentos.

Lei 3.893 de 2012: Dispõe sobre a obrigatoriedade de advertência contra sal e sobre os riscos do consumo excessivo de cloreto de sódio nas embalagens e recipientes que especifica.

Entre em contato conosco, e saiba como podemos lhe ajudar.